Prof. Horacio Bonifacio

Prof. Doutor Horácio Manuel Pereira Bonifácio
Director da Faculdade de Arquitectura e Artes
Universidade Lusíada

diogo_guimaraes.jpg

Mestre Arqt.ª Madalena Alexandra Folgado Costa
Investigadora do Observatório do Património do grupo "Teoria, História e Pensamento Interdisciplinar Contemporâneo"
Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design



prof_jose_gonzalez.jpg

Arqt. Luís Maria Rodrigues Batista
Os Espacialistas



O curador apresenta e introduz manifestações culturais ao público. Ele usa várias formas de comunicação e mediação (entre as quais exibição, narração, apresentação de histórias, organização de eventos) para comunicar num nível pessoal e social com o público. Em estreita colaboração com outros produtores culturais (artistas, arquitectos), ele interpreta a realidade, de acordo com as sua percepção crítica e a sua sensibilidade, e actua no espaço social, a fim de implementar um certo conteúdo cultural, político e social.

O curador trabalha tanto de maneira teórica quanto prática / aplicada. O seu trabalho está situado na intersecção entre muitos campos da produção de conhecimento: exposições, eventos, performances, discussões. Nesse sentido, a sua prática é fundamentalmente interdisciplinar.

Antigamente, o curador trabalhava em museus e actuava nas áreas da conservação e da preservação de objectos e arquivos. Hoje, o curador é uma figura social que trabalha com conceitos e processos, com produção cultural imediata e efémera e aborda questões de "hoje". O papel do curador e do artista estão fortemente intersectados.

Estaremos estudando e analisando aspectos teóricos e indisciplinares dos cruzamentos da arte e das práticas arquitectónicas desde a década de 1980 até hoje. Artistas e arquitectos estão cada vez mais a pensar sobre o seu papel em revelar desigualdades sociais e políticas e como podem desafiar estruturas herdadas do passado. Muitas vezes, eles fazem isso através de práticas informais, performativas e processuais, sem ter um resultado material imediato. Estas práticas jogam um papel importante na aproximação da arte à arquitectura.

Neste curso, examinaremos o papel das recentes intervenções artísticas e arquitectónicas performativas para a redefinição do património e para a formação da crítica institucional. Analisaremos, também, o papel e as práticas do curador numa perspectiva histórica (desde a década de 1980 até hoje), de acordo com exemplos actuais de projectos e exposições realizados em Portugal e no estrangeiro. Esta iniciativa oferece, ainda, uma formação em prática curatorial como actividade profissional.

  • Introduzir os estudos curatoriais nos ensinos da arte e da arquitectura contemporâneas.
  • Desenvolver pensamento criativo, crítico e independente na prática da arte e da arquitectura.
  • Mediação: juntar aptidões teóricas com habilidades práticas e aprender a transmitir um conteúdo cultural para um público largo.
  • Curadoria: comunicar ideias complexas de forma atraente e socialmente relevantes, de acordo com as necessidades e interesses da população.
  • Pensar arte e arquitectura não a partir da produção de objectos materiais, mas sob a perspectiva da performance, produção imaterial, processo cultural. Compreender a importância dessas práticas para o desenvolvimento das artes nas últimas 3 décadas.
  • Pensar fenómenos culturais a partir de uma perspectiva interdisciplinar. Trabalhar na prática de forma interdisciplinar.
  • Aprender a descodificar a produção artística e arquitectónica recente, compreendendo a história da arte dos anos 80 até aos dias de hoje.
  • Aplicar este conhecimento para a interpretação de eventos artísticos e arquitectónicos da cena recente portuguesa e internacional.

 

  • Arquitectos, estudantes de arquitectura e arte e demais interessados na temática do curso.

Diploma de frequência.

O curso propõe tanto a aprendizagem teórico como prático: actividades internas e externas. Além da análise de textos e exposições, teremos convidados artistas, arquitectos e curadores que apresentam os seus trabalhos e ideias durante o curso. Serão efectuadas visitas a galerias de arte e arquitectura e eventos, exposições em Lisboa. Será tida em conta a bibliografia mais recente, mas também a interpretação conjunta de exposições, catálogos de textos e revistas. Como parte integrante do curso, os alunos irão desenvolver as suas próprias propostas curatoriais nos pontos de cruzamento entre a arte e a arquitectura, com a possibilidade de realizá-las nos espaços da Universidade Lusíada.

Temas Horas
O papel do curador na perspectiva da história da arte contemporânea dos anos 80 até hoje.
Doutora Marta Jecu
8
Inter-relações entre práticas artísticas e curatoriais: o "artista como curador" e o "curador como artista".
Doutora Marta Jecu
6
Cruzamentos entre arquitectura e arte desde os anos 80. A arquitectura está sendo progressivamente concebida como destacada de um resultado sólido e é entendida como uma prática artística.
Arqt. Luís Maria Rodrigues Batista
8
Breve história das práticas arquitectónicas e artísticas conceptuais, efémeras, performativas desde os anos 80.
Arqt. Luís Maria Rodrigues Batista
7
Análise de práticas artísticas conceituais, efémeras e performativas em exposições recentes.
Doutora Marta Jecu
Mestre Arqt.ª Madalena Alexandra Folgado Costa
6
Novas práticas artísticas e arquitectónicas e o património. Arte e arquitectura como práticas de intervenções que desafiam instituições e funcionam como ferramentas de crítica contra hierarquias e estruturas de dominação.
Mestre Arqt.ª Madalena Alexandra Folgado Costa
8
A nova importância do curador-arquitecto para o desenvolvimento da arquitectura como prática de acção no espaço social e urbano - análise de projectos curatoriais.
Doutora Marta Jecu
7
 
Total 50

  • Doutora Marta Jecu
    Curadora e investigadora
  • Mestre Arqt.ª Madalena Alexandra Folgado Costa
    Investigadora do Observatório do Património do grupo "Teoria, História e Pensamento Interdisciplinar Contemporâneo"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
  • Arqt. Luís Maria Rodrigues Batista
    Os Espacialistas


Presença obrigatória em pelo menos 70% das horas lectivas.
Realização de um teste final por unidade curricular
.
Teste prático: elaboração de projecto de curadoria.

  • Segunda-feira: 18H00 - 20H00
  • Quinta-feira: 18H00 - 20H00

 

Este curso livre apresenta um total de 50 horas.

Inscrição: 52,00 €

Propina: 500,00 €

  • Possibilidade de pagamento em 2 prestações:
    • 1.ª prestação, no valor de 257,50 €, paga no acto da inscrição;
    • 2.ª prestação, no valor de 257,50 €, paga até 31 de Janeiro de 2020.

Seguro escolar: 50,00 €

  • Formulário de candidatura
  • Curriculum vitae
  • Certificado de licenciatura (original ou fotocópia autenticada)
  • Cartão de cidadão (fotocópia)
  • Fotografias (tipo passe)

Morada:
Instituto Lusíada de Pós-graduações
Universidade Lusíada de Lisboa
Rua da Junqueira, 188-198
1349-001 Lisboa

Telefones:
+351 213 611 530
+351 213 611 532

Fax:
+351 213 638 307

E-mail:
ilpg@lis.ulusiada.pt


Ver mapa maior