Apresentação
Integrada no evento Lisbon Week 2019, esta exposição apresenta 20 painéis alusivos a 66 Jardins Históricos e projectos-piloto de 16 de países Europeus. 1993 foi o ano escolhido pela Comissão Europeia para celebrar e apoiar a reabilitação dos jardins históricos europeus. Dos cerca de 600 projectos candidatos, foram seleccionados 66 projectos piloto de 16 países europeus.

Em Portugal sete dos projectos piloto beneficiaram deste apoio e incentivo para a sua reabilitação, jardins como a Quinta Real de Caxias, o Jardim Botânico da Ajuda ou o Jardim das Damas, viram nesse ano o seu futuro profundamente transformado e qualificado. Passadas mais de duas décadas sobre estes projectos de reabilitação, importa fazer uma reflexão, partilhar as experiências, os objectivos e os desafios do futuro, promovendo o encontro e a partilha de informação sobre estes 66 jardins.

O evento irá ter visitas guiadas ao Jardim Botânico da Ajuda e à exposição itinerante aqui patente, produzida em 2018 pela Universidade Lusíada CITAD-Centro de Investigação Território, Arquitetura e Design-Projeto de Investigação ESTEJO – Estuário do Tejo.
 

Organização
  • Prof. Doutor Arqt. Alberto Cruz Reaes Pinto
    Director do Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Universidade Lusíada
  • Prof.ª Doutora Arqt.ª Maria de Fátima Silva
    Responsável do projecto de investigação "O estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sua sustentabilidade"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Faculdade de Arquitectura e Artes
    Universidade Lusíada
  • Mestre Arqt. Paisagista Rodrigo Alves Dias
    Investigador do projecto de investigação "O estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sua sustentabilidade"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Universidade Lusíada
  • Mestre Arqt. Rui Jorge Alves Felício Seco da Costa
    Investigador do projecto de investigação "O estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sua sustentabilidade"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Universidade Lusíada
Organização
  • Arqt.ª Paisagista Isabel Nunes de Matos
  • Investigadora do projecto de investigação "O estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sua sustentabilidade"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Universidade Lusíada
  • Arqt.ª Nádia Covas
  • Colaboradora do projecto de investigação "O estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sua sustentabilidade"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Universidade Lusíada
  • Arqt.ª Jeanne Seixas
  • Colaboradora do projecto de investigação "O estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégia para a sua sustentabilidade"
    Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design
    Universidade Lusíada




Apoio e parceria
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Este trabalho é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projecto «UID/AUR/04026/2019».

 

Jardim Botânico da Ajuda
Instituto Superior de Agronomia
Universidade de Lisboa


Notícia

Fotogaleria
Informações